Demorou um pouquinho, mas aqui estou eu para falar sobre um dos meus livros preferidos (talvez seja O preferido): As vantagens de ser invisível do Stephen Chbosky ❤️ O primeiro contato que eu tive com esse livro foi quando eu vi uma garota do meu colégio lendo, e o título me chamou atenção, já que eu sabia que a Emma Watson tinha atuado num filme com esse nome. Para quem não sabe, o livro é de 1999, e chegou em 2007 no Brasil. 



Tive a oportunidade de comprar a o livro com a capa original e com os atores do filme na frente, mas optei pela com os atores porque achei a original meio sem graça (e porque eu acho os 3 lindos hahaha). Bem, o livro foi publicado pela Editora Rocco e a diagramação (margem, fonte, espaçamento) é ótima. Além disso, as páginas (223) são brancas. 

Charlie é um garoto muito sensível que resolve escrever sobe as coisas que ele vivencia. Com naturalidade, inocência e (claro) sensibilidade, compartilha sobre namoro, seu primeiro beijo, amigos, família, ensino médio... E isso tudo de uma marneira muito especial.  Não sei vocês, mas eu achei o jeito do Charlie muito fofo! Mesmo tratando de temas polêmicos (drogas, suicídio, abuso sexual, homossexualidade, violência, etc) ele faz isso de uma forma tão sensível que encanta. E, na minha opinião, é isso que torna o livro tão especial. Trata de conflitos com uma visão única, sensível. 




Uma coisa muito legal é que a história é toda contada por meio de cartas. O protagonista (Charlie) as escreve para ter alguém com quem compartilhar o que vive, já que ele não é um cara de muitos amigos. Charlie não envia endereços de resposta para não expor a sua vida, a da sua família, nem a das pessoas mencionadas nas suas cartas. O livro é dividido em 4 partes, que marcam mudanças na vida do Charlie, sejam para melhor ou pior. Sobre a leitura: flui bem e é leve. Li em 1 dia :) 

Além disso, o livro possui muitas referências literárias, musicais e até de filmes. Esse ano vou procurar os livros pela cidade, e as músicas eu procurei logo quando estava lendo o livro, e apesar de não fazerem bem o meu estilo, são músicas legais. 

Bem, então é isso. Espero que gostem da leitura, recomendo demais! Dei 5 estrelas. 
Obrigada por lerem, deixem sua opinião nos comentários :) 
xoxo 

❤️ instagram - twitter ❤️




Quando li O diário da Princesa(resenha aqui), fiquei louca para ler logo a continuação, e como eu comprei daqueles livros dois em um, pude ler o mais rápido possível!  

Para começar, quero dizer que eu realmente amo o jeito como a Meg Cabot escreve. Quem ainda não leu nenhum livro dela, pode ir se apressando, pois são realmente muito bons (os que eu li, pelo menos...). Olha, não vou falar dos aspectos gráficos, pois já falei na resenha de O diário da princesa, e não muda nada, só a cor da capa, que é azul. Vale lembrar que essa resenha pode conter revelações sobre a história do primeiro livro, então só leia se já tiver lido o primeiro. 

Mia Thermopolis é uma adolescente de 14 anos, que descobriu que é a herdeira do trono de um principado europeu, Genovia. Nesse segundo livro, Mia está mais confusa do que nunca, pois está apaixonada pelo irmão da sua melhor amiga, Michael, e a sua mãe está grávida e vai se casar com o seu professor de álgebra. Como se não bastasse, Mia começa a receber umas mensagens anônimas, de um admirador, o Jo-C-Rox. Apesar de tudo isso, a sua avó paterna não alivia na hora de dar as suas "lições de princesa", e acaba deixando Mia "maluca". 



Gente, esse livro é muito bom! Quando eu leio, tento desvendar o "segredo do livro" o quanto antes, e foi o que eu fiz. Só que, nas últimas páginas, tudo foi por água abaixo. Eu realmente pensava que tinha desvendado o segredo, mas fui surpreendida. E isso é o que eu mais gosto nos livros. Não gosto de livros muito óbvios. Bem, é uma leitura super agradável, não é cansativa. 

Espero que tenham gostado, deixem sua opinião nos comentários! 
Obrigada :) 
Giovanna xoxo

instagram - twitter 






Estava olhando as fotos que tirei esse mês e decidi postar algumas. Foram as que eu mais gostei, então espero que também gostem... Ah, eu uso a câmera do iPad 3ª geração, que é de 5 MP e o INCRÍVEL app Pro Cam XL, que eu tive a sorte de baixar quando estava grátis (vou fazer um post sobre o app depois). 

    Praia de Piedade - Pernambuco

        
(Praia de Búzios - Rio Grande do Norte) 

As próximas fotos foram tiradas depois da chuva. Tive a ideia de fotografar as flores e achei o resultado muito bom... 

Fora de foco ❤

Bem, então é isso, espero que tenham gostado... se tiverem sugestões, comentem! 
Obrigada :) 
Giovanna xoxo 

instagram - twitter 






Sou muito viciada em programas de talento, tipo The Voice e The X-factor. Ano passado, acompanhei o The X-Factor USA, e simplesmente me apaixonei pela dupla de cantores mais fofa do mundo. É claro que eu to falando de Alex & Sierra! Confesso que a minha torcida era pro Carlito Olivero, outro cantor super talentoso (calma, vou falar dele em outro post), mas é impossível não se render aos encantos (?) e ao talento do casal. Pois é, casal. Achei estranho no início, porque tem sempre aquela desconfiança sobre término de namoro e tal, mas depois de um tempo, vi que Alex e Sierra têm uma química inexplicável. Acho (muito) difícil acabar. 

Enfim, eu acho perfeita a maneira como eles conseguem combinar as duas vozes, fazendo duetos emocionantes demais. Por onde passam, esses dois espalham amor! Desde já, espero show deles aqui no Brasil, para que eles possam espalhar amor por aqui também! Haha :) Bem, deixo aí a dica: se quiser se emocionar, amar e viciar, pode começar a ouvir Alex & Sierra. Aí embaixo vão versões de estúdio de duas apresentações deles no TXF, espero que gostem! 


Say Something (cover) 

Gravity (cover) 

Obrigada por ler, deixe o seu comentário, é importante para a evolução do blog! 
Beijos xoxo 
❤️ instagram - twitter ❤️


Aqui estou eu. Mais um ano, mais promessas, mais metas. Mas eu sou a mesma Giovanna. Ou será que não? Em 2013 eu cresci muito, mas isso não se limita aos centímetros. Cresci na mentalidade, como pessoa mesmo. Vivi experiências únicas, coisas que eu nunca imaginaria viver. Descobri uma nova paixão: David Luiz. Chorei, mas aprendi a sorrir, mesmo nas piores horas. Persisti nos meus objetivos. Li tantos livros que perdi a conta. Fiz amigos pra vida toda. Comemorei um álbum novo do a7x, assim como o maravilhoso show que eles deram no Rock in Rio. (Não, eu não consegui ir. Mas é isso, to na luta.) Chorei porque tirei nota baixa, comemorei a conclusão do fundamental. Ensinei coisas à minha irmã mais nova. Aprendi coisas com o meu irmão mais velho. Comemorei a redução das passagens de ônibus. Discordei de atos de vandalismo nos protestos. "Larguei" o blog, mas agora voltei. Acima de tudo, em 2013 eu VIVI. E você, o que fez? 

— Giovanna Souza 

❤️ instagram - twitter  ❤️