Olá pessoas! Lembram daquela lista de livros para ler em 2013 que eu postei aqui no blog (clique aqui se não tiver visto)? Acho que eu já avisei que iria fazer as resenhas de todos os livros que eu postei lá, então aqui estou eu com mais uma resenha da série Fazendo meu filme. Não tenho dúvida que essa série é uma das melhores que eu já li (a segunda melhor, precisamente), junto a Harry Potter. Não sei se já contei aqui, mas eu não tenho nenhum livro da série, então sempre tenho que pedir emprestado para a minha prima para tirar as fotos (obrigada, Lu❤). A capa do livro é muito linda, cheia de detalhes que têm a ver com a Inglaterra, e com uns detalhes em verniz localizado❤ tudo muito lindo mesmo. A diagramação (margem, fonte e espaçamento) é ótima, e as folhas são brancas. O livro foi publicado pela editora Gutenberg, e a edição é realmente muito linda.



Bem, como o próprio nome do livro já diz, ele se passa na Inglaterra, durante 1 ano, que é a duração do intercâmbio da Fani. Assim como no primeiro livro da série, a gente acaba chorando junto com a Fani, sorrindo, sentindo raiva, saudades... Tudo o que a Fani sente nós sentimos também, o que é maravilhoso. Ao longo do livro a gente também conhece um pouco mais da Inglaterra, mais precisamente Brighton (onde a Fani mora durante esse tempo) e Londres❤. E o mais legal é que, além dos personagens antigos, que a gente já conhece (e ama), outros entram na história e acabam nos conquistando também. Quem é apaixonado pela Inglaterra vai ficar com mais vontade ainda de morar lá, assim como eu fiquei. O livro é tão gostoso de ler que a gente acaba se perdendo na promessa de ler só mais um capítulo (sempre acontece isso comigo) e só para quando termina o livro. A Paula Pimenta escreve bem demais, quero logo mais um livro dela (❤). 



Bom, para quem ainda não leu a série, recomendo demais! Na verdade, recomendo todos os livros da Paula Pimenta. Bem, espero que gostem! Beijinhos! Giov❤


Olá pessoas!!! Cá estou eu, sentada no sofá em pleno sábado de carnaval, assistindo ao desfile do galo da madrugada. Bem, isso é bom, ta? Não, eu não queria ir para o galo. Eu gosto mesmo é de fazer resenhas (rs). Hoje eu vou falar de mais um livro da maravilhosa Meg Cabot ❤ Sério, ele escreve bem demais! Bom, confesso que não estava muito a fim de ler O diário da princesa, e por isso não gostei tanto assim no início. Mas, gente, é impossível não gostar! Ta, vamos falar da minha edição. Quando comprei O diário da princesa, estava meio sem grana, então comprei uma edição de bolso, 2 em um, que tem os dois primeiros livros da série. A minha edição é da Saraiva (sim, da saraiva), mas se eu não me engano, a edição "original" é da Editora Nova Fronteira. Sim, eu adoro livros de bolso ❤ e acho muito fofos (rs) A capa não tem nada de diferente (verniz localizado e tal) , mas continua sendo muito bonitinha! A diagramação (margem, fonte, espaçamento) é muito boa. Compensa muito comprar essas edições de bolso, pois são bem mais baratas e são iguais as normais.


Mia Thermopolis é uma adolescente de 14 anos, que tem problemas para expressar sua opinião e seus sentimentos. Por causa disso, sua mãe lhe deu um diário, para ela "contar" para ele tudo o que não conta para a mãe. Mia tem uma melhor amiga super inteligente, Lilly Moscovitz, e que tem seu próprio programa de TV. Apesar de achar que tem muitos problemas, Mia descobre que é a única herdeira de um principado europeu chamado Genovia. É aí que ela percebe que apesar de ter problemas (ser uma aberração, não ter um namorado, ter uma mãe que namora com o seu professor de álgebra), nenhum deles é tão grande quanto o que ela vai ter que enfrentar agora: ser uma princesa.
A leitura é muito leve, e dá para terminar de ler em um dia. Não, eu não terminei de ler tão rápido assim, mas foi por causa das minhas aulas, que começaram dia 04. A linguagem é bem adolescente, igual ao "A garota americana". A Meg Cabot escreve bem demais, recomendo muito esse livro. Acho que todo mundo já ouviu falar do filme "O diário da princesa", né? Pois bem, não gosto muito do filme, mas o livro é muito bom.

Alguém aí já leu? O que achou? Espero que gostem! Tenho certeza que quem não leu ficou com vontade de ler ;) Beijinhos! Giov ❤



Como eu prometi nesse post, aqui estou eu com mais um post da série "o que fazer antes das aulas voltarem". Agora é a vez dos filmes! Gente, eu AMO ir ao cinema. Como eu já disse nesse post aqui, eu odeio o pessoal que fica falando no meio do filme. Até eu já tive essa "fase" de ficar falando e brincando no meio do filme, e só hoje eu vejo o quanto é chato... Pois bem, pessoas, não conversem nos filmes. Se o filme for muito chato, tratem de comer muito, aí passa mais rápido. Bom, recado dado, vamos para as indicações. 

1. Lincoln 

Quem aí não conhece a história do ex-presidente dos EUA, Abraham Lincoln? Pois se alguém ainda não conhece, pode ir assistindo LINCOLN. 

  • Sinopse
Cinebiografia do 16º presidente norte-americano que liderou o Norte dos Estados Unidos na vitória durante a Guerra Civil. O longa enfatiza os tumultuados meses finais do presidente no cargo. Em um país dividido pela guerra e varrido por fortes ventos de mudança, Lincoln (Daniel Day-Lewis) segue estratégia para encerrar a guerra, unir o país e abolir a escravatura. Com coragem moral e determinação férrea de vencer, suas escolhas nesse momento crítico mudarão o destino das gerações futuras. 


  • Informações 

Duração: 153 min
Classificação indicativa: 12 anos
Direção: Steven Spielberg

2. Detona Ralph (Wreck-It Ralph) 

Sério, esse filme ta sendo MUITO falado. Não sei se alguém já viu, mas deve ser muito legal. É uma animação, para quem quer um fim de férias mais descontraído... e aí, preparados?
  • Sinopse
Ralph (voz de John C. Reilly) é um ex-vilão de videogames 8-Bit que quer mostrar ao mundo que pode ser um herói, assim como o mocinho Fix-It Felix (Jack McBrayer). Quando surge um moderno jogo de tiro que mostra a perspectiva do protagonista, o durão Sargento Calhoun (Jane Lynch), Ralph encara o jogo como sua grande chance. Ele invade o jogo com um plano simples - ganhar uma medalha -, mas não demora a arruinar tudo, libertando sem querer um inimigo mortal que põe em risco todos os jogos do fliperama. Agora, a única esperança de Ralph é Vanellope von Schweetz (Sarah Silverman), jovem e encrenqueira “pane” de um jogo de corrida de carros com cobertura de bala, que pode acabar sendo quem ensinará a ele o verdadeiro significado de ser o mocinho. 


  • Informações
Duração: 107 min
Classificação indicativa: livre
Direção: Rich Moore

3. João e Maria: caçadores de bruxas (Hansel and Gretel: Witch Hunters)

Tem um monte de gente querendo ver esse filme. Eu não acredito que um filme com o (lindo) Jeremy Renner seja ruim, e pela sinopse parece ser bem legal. 

  • Sinopse
Depois de pegarem um gostinho por sangue quando crianças, João (Jeremy Renner) e Maria (Gemma Arterton) se tornaram vigilantes extremos, determinados a defender seu povo. Agora, sem que eles saibam, João e Maria passam a ser a caça e têm de enfrentar um mal muito maior do que as bruxas.


  • Informações
Duração:83 min
Classificação indicativa: 14 anos
Direção: Tommy Wirkola

Bom, pessoal, é isso aí! Espero que seja útil, e que vocês curtam muito esse fim de férias, apesar de ele ser muito deprimente(rs). 

Beijinhos. Giov